english
BetterGlobeTrees.com - Juntos criamos mudança social no leste da África
Você gostaria de ajudar pessoas?
Embaixador belga no Quênia sobre a Better Globe Forestry
Sua Excelência Bart Ouvry Embaixador da Bélgica no Quênia

Artigo Miti em resumo

Sua Excelência Bart Ouvry, Embaixador da Bélgica no Quênia, fala sobre a Better Globe Forestry. Após visitar as plantações de árvores e participar de encontros com as comunidades locais e com a BGF, Sua Excelência encoraja o investimento privado no bem estar de quenianos e do Quênia.

  • BetterGlobeTrees.com no facebook
  • BetterGlobeTrees.com no youtube
  • BetterGlobeTrees.com no google plus
  • BetterGlobeTrees no twitter

Embaixador fala sobre a Better Globe Forestry

Miti edição no. 23 pág 40 Julho-Setembro/2014

Bart Ouvry, o Embaixador da Bélgica no Quênia, contou para Wanjiru Ciira, a Editora Executiva da revista Miti Magazine, suas impressoes sobre o trabalho que a BGF está fazendo em suas plantações. Abaixo estão os trechos da entrevista:

O que você acha sobre a Better Globe Forestry?

O que é tão notável sobre a Better Globe Forestry é que eles estão envolvidos em uma atividade sustentável. Essa não é a cooperação clássica que tínhamos nos anos 60, 70 e 80. Estas são pessoas que querem investir pessoalmente em uma atividade que é importante para melhorar as vidas dos quenianos, e fazê-lo de uma forma sustentável.

Esse é um investimento privado de longo prazo que deve trazer um retorno sobre o investimento; ele tem que ser um negócio lucrativo. Deve haver um retorno tanto para o investidor quanto para as pessoas no Quênia.

Como você descreveria o que você viu nas plantações da BGF em Kiambere e em Witu-Nyongoro?

Para mim, minha mais importante observação é que a BGF tem uma ligação muito forte com a população local. Cada vez que visitei, tivemos um encontro com a população local. Este não é apenas um projeto estrangeiro trazendo tecnologia e know-how (conhecimento) do exterior. É um projeto que envolve a população local. Cria empregos, apoia a educação, e é sensível às necessidades de segurança das pessoas. Há um esforço real para integrar a população local ao projeto.

O que você acha sobre a liderança e integridade da BGF?

Eu acho que sua força principal é que eles estão sempre dispostos a ouvir. Eles trazem conhecimentos técnicos e capital, mas estão sempre dispostos a ouvir as pessoas locais. Se no início eles não ouvissem o suficiente a população local, eles iriam cometer erros que poderiam ter sido evitados. Eles aprenderam esta lição muito bem e estão sempre prontos a aceitar soluções que a população local pode oferecer.

O que você acha sobre a forma da BGF financiar suas plantações com a venda de árvores como investimentos de longo prazo para as pessoas em todo o mundo?

O financiamento da Better Globe é uma fórmula que está muito próxima do financiamento coletivo. Não é apenas um grande investidor ou país trazendo um monte de dinheiro. Eles realmente querem ter o máximo de participantes possível. Todos que investem na BGF não estão apenas trazendo dinheiro – mas é um participante em termos de desenvolvimento sustentável e é, portanto, comprometido com o meio ambiente e o bem-estar dos quenianos.

A BGF organiza viagens para os seus investidores para que eles possam ver como o seu investimento está se saindo e o que isso significa para o povo do Quênia.

O que você acha que o plantio de árvores em massa irá fazer para as comunidades?

Plantar árvores traz empregos e tem benefícios a longo prazo para o meio ambiente - por exemplo, garantindo que receberemos chuvas regulares e agindo como um reservatório de água para o país. Precisamos de mais cobertura florestal no Quênia. Ao longo dos últimos 100 anos, a cobertura florestal aqui diminuiu tremendamente. Isso já parou, em grande parte, mas precisamos de mais árvores para manter o clima abençoado que muitas regiões do Quênia desfrutam.

Como você acha que o plantio de árvores vai ajudar o povo do Quênia?

O plantio de árvores vai melhorar as coisas em diferentes níveis. A longo prazo, vai melhorar o meio ambiente, mas também irá criar novas atividades econômicas, tais como a produção de madeira tanto para consumo local, bem como para a exportação, algo que o Quênia precisa. O Quênia precisa ter mais produtos de exportação. Existe o chá, café - mas não há nenhuma razão para que o Quênia não possa exportar a madeira produzida de forma sustentável ou mesmo outros produtos, como móveis feitos de madeira de alta qualidade.

Por que você acha que a BGF tem Memorandos de Entendimento (MoUs) com o KEFRI, KFS e ICRAF?

A BGF não é apenas uma empresa privada que quer gerar lucros – eles também querem melhorar os meios de subsistência. Eles fazem isso localmente através de suas plantações, mas eles também querem ter um impacto globalmente, por isso algumas de suas atividades envolvem a oferta da transferência de conhecimento e experiência na área florestal. A BGF quer que outras organizações tirem vantagem de suas experiências no Quênia.

O que você acha sobre as informações sobre silvicultura que a BGF compartilha com os outros através de revista Miti?

O cultivo de árvores é um projeto a longo prazo. Por essa razão, é importante compartilhar informações com os profissionais, os jovens e outros sobre florestamento porque as florestas são um investimento para o futuro. A revista Miti encoraja as pessoas a plantarem árvores, mostra como elas podem ganhar dinheiro com árvores, e informa os leitores sobre as atividades da BGF.

Pessoas, empresas e organizações deveriam apoiar o plantio de árvores na África?

O modelo da BGF é um modelo de desenvolvimento sustentável. Eles estão criando empregos em zonas de semiárido, áreas onde é muito difícil criar meios de subsistência e o cultivo. Eles não estão competindo com o cultivo de culturas alimentares nas áreas mais férteis, mas estão oferecendo um meio de ganhar a vida para as pessoas que não tinham nada em regiões áridas e semiáridas. Esse é um modelo para outros seguirem: combinar ação ambiental com o desenvolvimento social.

Veja um de nossos outros artigos publicados pela Miti: Salvando Florestas Tropicais da África Central.

Oficiais do governo da Bélgica se impressionaram com a Better Globe Forestry

  • A sucessora, embaixadora belga para o Quênia, Sua Excelência a Senhora Roxane de Bilderling, também visitou uma plantação de árvores da Better Globe Forestry no Quênia, em Maio de 2016. Ela estava acompanhada pelo Diplomata Militar Belga, Cel. Herwig Holsteyns. E, após sua visita, ela tweetou: "Investindo no futuro enquanto causa impacto no meio ambiente atual & na vida da população local: muito bem Better Globe Forestry!"

    Visite nosso novo site de apresentação para mais depoimentos sobre a Better Globe, experiências dos clientes e ouvir como a Better Globe Forestry trabalha com o World Agroforestry Centre (Centro Agroflorestal Mundial) para fazer do plantio de árvores em sequeiros e das árvores Mukau uma nova indústria de exportação sustentável para o Quênia.

Compartilhe esta página verde

Sua Excelência Bart Ouvry fala sobre investir no futuro do Quênia

Siga ArvoresBetterGlobe no Facebook