english
BetterGlobeTrees.com - Juntos criamos mudança social no leste da África
Você gostaria de ajudar pessoas?
Grist: Como o Consumo Impacta a Mudança Climática
Escolhas verdes são as melhores escolhas

Introdução

Todos sabemos que o consumismo e o consumo familiar é uma força motriz para as emissões globais dos gases do efeito estufa e da mudança climática. Mas quão grande é esse impacto e como o consumo privado afeta o uso total das águas, das terras e dos recursos?

  • BetterGlobeTrees.com no facebook
  • BetterGlobeTrees.com no youtube
  • BetterGlobeTrees.com no google plus
  • BetterGlobeTrees no twitter

Consumismo desempenha um grande papel na mudança climática

Tradução autorizada para BetterGlobeTrees.com. Publicação original do artigo em Grist.org em 24-FEV-2016. Autor: Suzanne Jacobs.
PS! Autorização para republicação precisa ser obtida da fonte original. Para utilizar nossa tradução, é obrigatório o uso do texto "Traduzido por BetterGlobeTrees.com", incluindo o link e não pode ser republicado antes de Abril/2016.

É fácil odiar o consumo. Ele transforma pessoas inteligentes em drones manipuláveis, leva a violações de privacidade desenfreadas, ajuda pessoas como Jeff Bezos e Sam Walton ficarem desagradavelmente ricas e poderosas, encoraja os anunciantes a empurrarem lixo como esse em nossas caras, e encerrar todos os anos com uma tradição tão degradante e horrível que nos força a questionar se tudo o que fizemos morreu depois do ano 2000 e isso é realmente o inferno.

Mas tem mais uma coisa: Um novo estudo publicado no Journal of Industrial Ecology [periódico de ecologia industrial] mostra que as coisas que consumimos — desde alimentos a bugigangas — são responsáveis por até 60 por cento das emissões globais dos gases do efeito estufa e entre 50 e 80 por cento do uso total das águas, das terras e dos recursos. Então, você sabe, prepare aquele dedo no gatilho da Amazon, porque você vai querer fazer alguma compra confortável depois disso.

“Todos gostamos de colocar a culpa em alguém, no governo, ou em negócios. Mas entre 60-80 por cento dos impactos no planeta vêm do consumo familiar. Se mudarmos nossos hábitos de consumo, isso causaria um efeito drástico em nossa pegada ambiental também,” Diana Ivanova, uma PhD candidata à Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia e principal autora do estudo, disse em um comunicado à imprensa.

De acordo com o estudo, cerca de quatro quintos do impacto ambiental do consumismo não vem de comportamentos diretos como dirigir carros ou tomar banhos longos, mas sim das fontes mais abaixo nas cadeias de fornecimento dos nossos produtos. A quantidade de água que vai em um hambúrguer ou pizza congelada, por exemplo, revelou-se muito mais significativo do que o banho e hábitos de lavar louça. Esta é uma ótima notícia, é claro, porque todo mundo sabe como é fácil rastrear os produtos desde as obscuras minas de onde eles surgem até a loja.

Para descobrir isso tudo, Ivanova e seus colegas utilizaram dados econômicos da maior parte do mundo e observaram diferentes setores de produtos, incluindo informações sobre a cadeia de abastecimento.

Eles descobriram que o consumismo era muito mais alto em países ricos do que nos países pobres (surpresa!) e que aqueles com níveis mais elevados de consumismo tinham até 5,5 vezes o impacto ambiental que a média mundial. Os EUA, ele relataram, têm as emissões per capta mais altas, com 18,6 toneladas de CO2 equivalente (“CO2 equivalente” é uma métrica que considera múltiplos tipos de emissões de gases do efeito estufa como apenas um). Luxemburgo tinha 18,5 toneladas, e a Austrália vem em terceiro com 17,7 toneladas. A média mundial, para comparação, foi 3,4 toneladas, e a China tinha apenas 1,8 toneladas.

Então, se você é como eu e, ocasionalmente, usa a lógica ação-individual-não-faz-diferença, digo, comprar móveis para casa baratos da Target, então está na hora de encarar a música: O consumismo está matando o planeta (e nossas almas).

Então evite o shopping esse final de semana e, compre uma passagem de ônibus. E então, se você realmente quiser se desafiar, veja quanto tempo você consegue aguentar sem comprar algo da Amazon. Se você precisar de alguma motivação, tente transformar isso em uma competição entre seus amigos: Quem cair primeiro tem que ir trabalhar para Amazon.

Grist​is é um site de notícias sem fins lucrativos que utiliza inteligência e humor para discutir os maiores problemas ecológicos que estão mudando nosso mundo. Receba Grist em seu e-mail aqui, e siga-os no ​Facebook​ e ​Twitter​.

Compartilhe esta página verde

Reduza a pobreza e sua pegada de carbono com a Better Globe

Siga ArvoresBetterGlobe no Facebook